terça-feira, 27 de setembro de 2016

Estudo de opinião sobre a participação das mulheres na política



Bom dia a todas e a todos :)

Hoje começo o dia por vos dar a conhecer um estudo centrado na participação política das mulheres, que a Carla Cerqueira (do CECS, UM), o Rui Vieira Cruz (CICS.NOVA.UMinho) e eu própria (do CIS-IUL) estamos a iniciar, e por vos fazer um pedido:
Vejam o link em baixo, leiam a 1ª página e, se forem portuguesas/es e tiverem mais de 18 anos, por favor, preencham o questionário. É muito interessante ;)

Por favor, divulguem o estudo, partilhando este link pelos vossos contactos o mais possível.

Muito obrigada pela vossa ajuda!


https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfh0u99ugavmn9zmI-nRfURdXgW5OWBswCSSm2x5bsQLiRTsw/viewform?c=0&w=1

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Article: "Experiences and strategies of women invested in a “man’s world”: the case of Portuguese local politics",


Para as pessoas interessadas no meu trabalho, partilho mais um artigo designado "Experiences and strategies of women invested in a “man’s world”: the case of Portuguese local politics", publicado (em francês) no último N.º da Revista Sociologia, Problemas e Práticas (N.º82, setembro-dezembro 2016), desta vez, em coautoria com a Patricia Roux (da Universidade de Lausanne, com quem trabalhei 3 anos) e a Lígia Amâncio (com quem trabalho no ISCTE-IUL desde 2001).
É um dos artigos que mais "luta" nos deu, mas ficou muito interessante - mas isso digo eu, que sou suspeita :-)

  Podem aceder a este número e a todos os publicados anteriormente em:
Sociologia, Problemas e Práticas


  Texto completo: PDF

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Artigo - Gender Inequalities in Highly Qualified Professions: A Social Psychological Analysis

Para as pessoas interessadas na área das desigualdades de género, foi publicado mais um artigo meu e da Lígia Amâncio, desta vez, no Journal of Social and Political Psychology, sobre "Gender Inequalities in Highly Qualified Professions: A Social Psychological Analysis".


 Resumo

A investigação em psicologia social e política contribui para compreender a persistência da segregação de género no mercado de trabalho predominante nas últimas décadas, as consequências para os envolvidos e suas reações perante a desigualdade de género. No quadro da literatura sobre as ideologias partilhadas que justificam e legitimam a discriminação contra as mulheres, este artigo centra-se em Portugal e analisa o caso particular das mulheres em duas profissões altamente qualificadas tradicionalmente desempenhadas por homens – a política e a medicina. Com base nos resultados de estudos quantitativos e qualitativos, a nossa abordagem analítica demonstra como, enquanto a maioria dos participantes mostra consciência da existência da desigualdade de género nestas profissões marcadamente masculinas, o individualismo meritocrático e as atribuições pessoais à discriminação constituem explicações recorrentes em detrimento de explicações baseadas no género. Estes resultados permitem-nos salientar a pertinência de uma análise baseada no género, enquanto ideologia, e, além disso, argumentar que a ignorar esta perspetiva não só contribui para diminuir a responsabilidade individual para a mudança social, mas também perpetua as assimetrias de género. Palavras-Chave: segregação de género, política, medicina, assimetrias de género, inconsciência do género, individualismo meritocrático


Podem obter o pdf do artigo gratuitamente aqui:
http://dx.doi.org/10.5964/jspp.v4i1.487

 Boas leituras!

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Mulheres em cargos de liderança: Poder e Resistências


Para as pessoas interessadas na área do género e do poder político e empresarial, informo que a próxima sessão do ciclo "Género em Debate" vai ter lugar no dia 17 de novembro, terça-feira, pelas 18 horas, na sala 6 do piso-1 do ISCSP-ULisboa.
A sessão é centrada no seguinte tema: 
Mulheres em cargos de liderança: Poder e Resistências  
e as oradoras serão a Prof.ª Doutora Sara Falcão Casaca e eu própria (moderação ainda a confirmar).

Apareçam! 




segunda-feira, 2 de novembro de 2015

ARTIGO - "Numbers do not tell the whole story: Gender and medicine in Portugal"



Para as pessoas interessadas na área das desigualdades de género, acabou de sair um artigo meu com a Lígia Amâncio e a Patricia Roux na Revista Women's Studies International Forum centrado no contexto da medicina:

"Numbers do not tell the whole story: Gender and medicine in Portugal".

O artigo estará online gratuitamente até 20 de dezembro de 2015. Não é necessário efetuar nenhuma inscrição ou registo, basta clicar, obter e ler no seguinte link:

http://authors.elsevier.com/a/1RyrO-6kqE7ig
 

Espero que gostem!